Apagão de programadores: a urgência para diminuir esse problema no Brasil

O que acontece quando a demanda supera a oferta? Entenda o porquê de o Brasil enfrentar um dilema entre os extremos: falta de mão de obra qualificada e altas taxas de desemprego.

Deficit de profissionais da tecnologia é a grande preocupação para os próximos anos. Fonte: Shutterstock

O Brasil vive hoje um cenário preocupante em relação à expansão do mercado digital. Por conta dos impactos causados pela Pandemia de COVID- 19, evoluímos em alguns meses, no ano de 2020, o equivalente a sete anos de desenvolvimento tecnológico. Entretanto, a formação de profissionais qualificados não acompanhou esse crescimento exponencial. 

Leia o artigo abaixo para entender ainda mais sobre o assunto

O que é o blackout tecnológico ou apagão na tecnologia?

Basicamente, esses termos dão nome a falta de profissionais qualificados nas diversas áreas de tecnologia da informação, principalmente desenvolvedores. Segundo a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da informação, ASSESPRO, o mercado tem aproximadamente 100 mil postos de trabalho abertos, sem profissionais, num país com 15 milhões de pessoas desempregadas. 

Se nada for feito, muito em breve enfrentaremos um profundo déficit de mão de obra para exercer algumas funções dentro da produção de tecnologias e atingiremos o alarmante número de 300 mil pessoas até 2024. Os 10 cargos que mais sofrem com esse blackout são:

  • Engenheiro de Software 39%
  • Desenvolvedor Java 38%
  • Desenvolvedor Android 38%
  • Desenvolvedor Back end 37%
  • Desenvolvedor IOS 36%
  • Consultor SAP 35%
  • Webmaster 34%
  • Desenvolvedor C# 33%
  • Desenvolvedor Full stack 32%
  • Desenvolvedor PHP 29%

Atualmente, 38% dessas vagas ficam abertas por mais de 60 dias.

Por que a urgência em reverter esse cenário?

É importante lembrar da competição que existe entre os países quando o assunto é desenvolvimento tecnológico e o Brasil corre o risco de ser deixado para trás, afinal, com a moeda local em desvalorização perdemos profissionais, diariamente, para países que remuneram em euro ou dólar.

Desaceleração da economia

O setor de TI paga normalmente 3 vezes mais que a média dos demais setores de trabalho e incentivar jovens e adultos a migrarem para essa área pode ser a grande oportunidade de mudar a realidade econômica da sociedade.

Mesmo com a busca por oportunidades em outros países, esse apagão de desenvolvedores não é um problema que atingirá somente o Brasil. Dados de uma pesquisa revelam que em média 500 mil vagas para programadores não serão preenchidas no mundo todo. Esse déficit desacelera o desenvolvimento tecnológico de todos os países.

Apagão de desenvolvedores se tornou um problema global. Fonte: Shutterstock

Quais medidas podem ser tomadas para solucionar esse problema?

Muito além de dizer “formar profissionais” é necessário entender de que modo faremos isso. Algumas empresas já oferecem treinamentos gratuitos que preparam os profissionais e os conectam com oportunidades de emprego, mas esse preparo deve chegar igualmente para todos. Uma das grandes lutas é inserir as minorias em um setor majoritariamente branco e masculino. Hoje, na área de TI apenas 37% são mulheres e 30% pretos ou pardos. 

Gostou desse conteúdo? Você também pode ler o artigo Dificuldade de encontrar programadores: resolva com essas 2 estratégias e entender quais ações são capazes de facilitar essa busca por desenvolvedores.

Por fim, entendemos que reverter o apagão de programadores é uma necessidade urgente não só para o Brasil como para todos os outros países do mundo e somente programas educacionais e de incentivo a inserção de pessoas nessa área serão capazes de suprir essa falta.

Recrutamento Tech

Fique por dentro da nossa agenda de talks e saiba mais sobre recrutamento tech.