Como driblar o apagão de programadores em 2 estratégias

O apagão de programadores, ou seja, a falta de profissionais tech no mercado, vem assombrando o setor de RH das empresas e a busca desesperada por mão de obra pode desencadear diversos problemas, mas como saber qual é o candidato ideal para preencher a vaga?

Apagão de programadores causa desafios na contratação de bons profissionais.
Encontrar programadores é o grande desafio das empresas de TI. Fonte: Envato Elements.

De acordo com dados do IBGE, o Brasil convive hoje com altas taxas de desemprego gerados principalmente por conta da pandemia, mas essa onda não atingiu os desenvolvedores. O universo da TI enfrenta dificuldades para encontrar profissionais capacitados para o mercado da tecnologia e no geral, programadores seniores e plenos não costumam procurar oportunidades de trabalho, mas são procurados pelas organizações. 

A demanda vem superando a oferta e atualmente, existe o que chamamos de apagão de programadores. Por conta disso surgem algumas dúvidas como: qual candidato está qualificado para ocupar a vaga disponível? Essa procura por parte das instituições também não é fácil, por este motivo, é importante fazer parcerias com empresas que preparam candidatos e conectam grandes talentos com grandes oportunidades.

Neste artigo, vamos te mostrar o motivo pelo qual é tão importante selecionar candidatos que se adequem ao perfil da empresa e como várias instituições já solucionaram esse problema com o auxílio de duas grandes soluções.

Impactos causados pelo apagão de programadores.

Apesar de existir uma busca desenfreada por desenvolvedores, a contratação de profissionais que não estão capacitados para atender as necessidades da empresa pode causar danos para a organização como:

Problemas na realização de tarefas:

A falta de profissionais causa demora ou atraso na entrega de projetos e erros por falta de comunicação entre os colaboradores.

Nível técnico inadequado:

Uma senioridade inadequada é capaz de comprometer toda a hierarquia da empresa, uma vez que são eles que vão liderar os juniores e plenos e delegar tarefas. 

Falta de fit cultural:

Independente do cargo, o desenvolvedor precisa estar alinhado com a cultura da empresa. Desde a jornada de trabalho a maneira como serão realizados os projetos.

Sendo assim, é necessário ter em mente que o desenvolvimento de softwares vai muito além do domínio das tecnologias. 

Mas esse processo de seleção de talentos não precisa ser tão difícil. Continue a leitura e descubra como a parceria estabelecida entre a Dio e outras corporações se tornou benéfica para a aquisição de colaboradores. 

Estratégias que conectam grandes oportunidades e grandes talentos

As duas soluções mais utilizadas para encontrar os melhores programadores estão na Dio. Fonte: Shutterstock

A fim de solucionar problemas como os que foram citados acima e facilitar o recrutamento de talentos das empresas, a Dio desenvolveu algumas estratégias que conectam profissionais de TI com o mercado de trabalho e ajudam empresas a vencer o apagão de programadores.

1 – Programa de educação e atração de estagiário, juniores e plenos

Tomemos como exemplo o Recruitment Academy que é um programa de recrutamento em larga escala que utiliza como ferramenta os Bootcamps: cursos de imersão com aulas e práticas projetados de acordo com a necessidade de cada empresa com o intuito de preparar desenvolvedores para atender as demandas do mercado de trabalho. Divididos entre básico, intermediário e avançado, os bootcamps são gratuitos para os inscritos e a partir deles profissionais de diferentes classes sociais podem acelerar seus conhecimentos e ir em busca de novas oportunidades dentro da área de tecnologia. 

2 – Tenha acesso a uma base de desenvolvedores

Com o intuito de atender empresas que objetivam preencher vagas pontuais de forma rápida e sem perder o timing, surge o Talent Match. Esse tipo de programa disponibiliza um banco de talentos de TI qualificados e disponíveis para o mercado de trabalho. Ele beneficia principalmente empresas com altas taxas de rotatividade e que precisam efetuar contratações rápidas e recorrentes durante o ano.

Como você acabou de conferir no artigo acima, para garantir assertividade nos processos de recrutamento é importante realizar parcerias com organizações capacitadas para treinar e conectar candidatos em potencial.

Visite nossa página e saiba mais sobre os programas de recrutamento tech.