Descubra a estratégia de Employer Branding da Hotmart na atração e retenção de talentos tech  

Encontrar talentos de tecnologia disponíveis para contratação no mercado e com fit cultural para a empresa está cada vez mais difícil, por isso, a Hotmart apostou na estratégia de Employer Branding como aliada nessa missão. Confira como!  

No último HireInTech Talk, nossa convidada Lorena Campolina, Coordenadora de Employer Branding na Hotmart, deu uma verdadeira aula pra quem ainda acha que marca empregadora não tem nada a ver com o sucesso da atração e retenção de profissionais tech. 

Estratégia de employer branding para atração e retenção de talentos tech
Estratégia de employer branding para atração e retenção de talentos tech

A Hotmart, uma plataforma completa para transformar criadores de conteúdo em empreendedores,  cresceu exponencialmente devido ao seu cuidado com a distribuição e o compartilhamento de educação digital de forma automatizada e está há 5 anos integrando o time de melhores empresas de Tecnologia da Informação para se trabalhar no Brasil.  

Sabemos bem que as empresas estão enfrentando um desafio enorme na contratação de talentos tech, e que a competitividade criada pelo gap entre vagas e profissionais gerou uma necessidade de se destacar, ganhar a atenção e a admiração dos candidatos e colaboradores, e isso não é diferente na Hotmart, que não fechou os olhos para o employer branding e entendeu muito bem o impacto positivo que ele causa. 

Veja os melhores momentos desse bate-papo.

Perguntas e respostas 

Anna Martins (DIO): Por que o assunto de employer branding se tornou tão importante nos últimos anos, principalmente na área da tecnologia? 

Lorena Campolina (Hotmart): De forma geral, o mercado de trabalho está passando por um marco global.  

A pós-pandemia despertou nas pessoas um desejo de assumir mais o controle sobre as suas carreiras, levando a tomada de decisões mais criteriosa sobre a jornada profissional e muito mais conectada a um propósito pessoal.  

No meio de tudo isso, as áreas de desenvolvimento cresceram rapidamente impulsionadas pelas necessidades de migração em massa para o meio digital, o que tornou a busca cada vez mais concorrida e acentuada, nós sabemos disso.  

Esse cenário exige uma mudança na visão estratégica nas empresas na área de pessoas, por que no fim do dia, todas as empresas precisam contratar para tecnologia, logo, a dificuldade de atrair e reter bons profissionais também cresce. 

Ter um bom ATS (Applicant tracking system) é importante, e ter um trabalho de hunting também, mas só isso não vai resolver o gap de contratação de tecnologia. É aí que a estratégia de employer branding entra, como um caminho mais sustentável e eficiente para resolver isso.  

É a estratégia de construir uma marca empregadora forte para despertar o interesse desses talentos tech em pertencer a sua organização.   

Anna Martins (DIO): Qual é o maior desafio que existe nessa área?  

Lorena Campolina (Hotmart):  Uma dificuldade muito comum nas empresas tem a ver com o entendimento do que é o employer branding, o que ele é, para que precisamos dele e como ele pode nos ajudar.  

Precisamos fazer com que a alta liderança entenda o valor dessa atuação e como ela pode ser estratégica para a empresa, porque se a alta liderança não compra a ideia, não vai ter estratégia de employer branding que resista a longo prazo.  

Anna Martins (DIO): Para as empresas que ainda não começaram intencionalmente a pensar no employer branding como estratégia de atração de profissionais de tecnologia, quais são os primeiros passos que você indicaria?  

Lorena Campolina (Hotmart):  O primeiro passo é ter o entendimento do seu público interno de tecnologia. Quem são essas pessoas? Qual a idade delas? Do que elas gostam? O que elas assistem? Que conteúdo consomem? 

Podemos fazer isso por meio de entrevistas internas, separar grupos focais com lideranças de tecnologia e outro com devs seniores (se isso for o seu objetivo de contratação).  

Esse ponto é muito importante porque nós temos uma ideia pré-concebida sobre o público tech que pode nos induzir a erros, por isso, é importante entender a sua própria persona de tecnologia e não se basear em pré-conceitos que permeiam esse universo.  

É dessa forma que você vai conseguir ser mais assertivo nas estratégias.

Conclusão 

Dentre as melhorar práticas para implementar uma estratégia de employer branding efetivo, estão: 

  • Uma boa estratégia de marca empregadora precisa estar devidamente alinhada com a alta liderança da empresa para ser efetiva a longo prazo.  
  • Conheça seu público interno muito bem para ser assertivo e atrair os profissionais com fit cultural para sua empresa. 
  • Não feche os olhos para o employer branding, ele é a forma mais eficiente e sustentável de atrair e reter os melhores profissionais de tecnologia.  

Essa é uma reprodução do HireInTech Talk que foi ao ar no dia 17/08 e está disponível na íntegra aqui. Confira!   

Para se inscrever no próximo Talks: clique aqui!  

O HireinTech Talk é uma iniciativa da DIO para reconhecer as empresas que estão fazendo parte da transformação do mundo por meio da democratização da educação e empregabilidade em tecnologia. Aqui, falamos sobre temas do universo de tech recruitment como impacto social, employer branding, contratação de profissionais de tecnologia, diversidade e experiências positivas que podem ajudar você e a sua empresa a crescer exponencialmente.

Últimos posts